savealgarvepalms.com

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Facts About Red Palm Weevil

“É tudo uma questão de controlo”, explica o especialista em palmeiras, Pedro Seromenho, da Naturjardins. “Se os proprietários estiverem atentos aos sinais de alerta, quase sempre há a chance de recuperação completa. Mas temos que chegar à árvore a tempo”.

O Escaravelho da Palmeira (nome latino: Rhynchophorus ferrugineus) originou-se no Sudeste da Ásia e Melanésia há mais de um século atrás. Chegou pela primeira vez ao sul da Europa nos anos 1980 - descobrindo as maravilhas de duas espécies de palmeiras, Phoenix canariensis e Phoenix dactylifera, que parece preferir acima de todas as outras  palmeiras hospedeiras potenciais.

Continuar...

As “árvores favoritas” do escaravelho da palmeira são canariensis Phoenix (Ilhas Canárias) e Phoenix dactylifera (Tamareira) – mas também atacam outras palmeiras.

O ambientalista António Lambe tornou-se um especialista no Escaravelho da Palmeira, no Algarve - aconselhando organismos locais, como a Câmara Municipal de Silves sobre como combater a praga, e os cientistas a ajudar os EUA a criar um banco de dados de ADN sobre o gorgulho à medida que progride em todo o globo.

Lambe conseguiu identificar um total de 40 espécies que podem ser infectadas pelo escaravelho, bem como duas espécies não hospedeiras. A lista, até agora, é a que se segue, mas segundo ele é susceptível de crescer com o tempo:

Continuar...

CICLO DE VIDA DO ESCARAVELHO DA PALMEIRA

Todas as fases (ovo, larva, pupa e adulto) são passadas no interior da palmeira e o ciclo de vida não pode ser concluído noutro lugar. As fêmeas depositam cerca de 300 ovos em buracos separados ou em lesões da palmeira. Os ovos eclodem em 2 a 5 dias em larvas sem pernas, que se infiltram no interior da árvore movendo-se por contracções musculares peristálticas do corpo e alimentando-se dos tecidos moles suculentos, descartando todo o material fibroso. O período larval varia de 1 a 3 meses. As larvas passam a pupas num casulo alongado e oval feito de cordões fibrosos. No final do período de pupação (que dura 14 a 21 dias), os besouros adultos emergem. Assim, o ciclo de vida é de cerca de 4 meses e continua, praticamente sem descanso, ao longo do ano. Costumava pensar-se que os gorgulhos dormiam durante os meses mais frios do inverno, mas como eles se espalharam, mudaram os seus hábitos, e certamente em Portugal, os gorgulhos são conhecidos por se manterem activos durante todo o inverno.
Continuar...

Some Informative Links